Rotary Club de Arouca apoia projeto social “Jorge sem Fronteiras”

Rotary Club de Arouca apoia projeto social “Jorge sem Fronteiras”

“Jorge sem fronteiras” foi este o nome dado a uma campanha iniciada, há já alguns anos, a favor de um aluno da Escola Secundária de Arouca (ESA) que sofre de uma doença degenerativa, Jorge Duarte. O objetivo do projeto era a reconstrução da casa do jovem.

As primeiras limitações físicas de Jorge surgiram aos 10 anos de idade, mas ainda assim o jovem conseguiu terminar o 12º ano, num curso tecnológico de informática, que terminou na Escola Secundária de Arouca em 2011.

Durante o tempo de secundário, Jorge foi integrado no grupo dos ADS do Movimento Juvenil Salesiano de Arouca, tendo acompanhado as diversas atividades, não obstante as suas limitações de mobilidade.

Após ter finalizado o ensino secundário e para que não ficasse em casa sem nada para ocupar o seu tempo, Jorge começou a visitar, diariamente, a Associação para a Integração de Crianças Inadaptadas de Arouca (AICIA).

Com 25 anos de idade o Jorge sempre viveu, no lugar de Mealha, na freguesia de Canelas, em Arouca, numa casa centenária com paredes de xisto e telhado de ardósia, o que não oferecia nenhumas condições de conforto. Outra das maiores dificuldades era o acesso à casa de banho que ficava fora dos muros da casa. Além disto, surgiram diferentes problemas com a própria estrutura da habitação, nomeadamente na infiltração de humanidade e o isolamento do calor/frio.

A campanha, para ajudar o Jorge a ter melhores condições de habitação, começou com o apoio da Escola Secundária, do Movimento Juvenil Salesiano e do Moto-clube de Arouca, no entanto só depois da entrada do Rotary Club de Arouca no projeto, é que foi possível reunir esforços humanos e materiais para a concretização do mesmo. Que chegou ao fim em julho de 2013, quando foi inaugurada a Casa do Jorge.

Foi então no ano rotário 2012-2013 que o Rotary Club de Arouca se juntou ao projeto, sob liderança do presidente do clube Sérgio Almeida. Feito o levantamento da situação e dos materiais necessários seguiram-se os contactos junto da sociedade civil não só para a angariação de mão-de-obra, como também de materiais e outros donativos. Entrou aqui um subsídio global da The Rotary Foundation.

Depois de todas as obras os problemas da casa centenária de Jorge Duarte foram resolvidos. A casa de banho passou a estar integrada dentro da própria casa, o antigo soalho que dificultava a mobilidade da cadeira de rodas foi substituído por um soalho flutuante e uniforme em todo o piso e o teto foi todo revestido a madeira isolando toda a habitação do frio que entrava.

O Rotary Club de Arouca foi crucial para a concretização deste projeto e a casa do Jorge foi inaugurada a 6 de julho de 2013 o que proporcionou ao Jorge, e à sua família, momentos de felicidade e uma “nova” habitação adaptada às necessidades. Mais uma vez, o Rotary fez a Diferença.

 

Comentários