Mensagem de setembro do Governador Alberto Soares Carneiro

O mês de Setembro é dedicado pelo Rotary à Educação básica e Alfabetização. Devemos, pois, orientar as reuniões dos nossos clubes rotários para discutir este importante objetivo do Desenvolvimento Sustentável (um dos 17 objetivos para 2030 aprovados pela ONU em 2015). Mas mais do que isso, devemos preocupar-nos com a elaboração de projetos duradouros que permitam combater o analfabetismo (758 milhões de adultos são analfabetos); o abandono escolar (121 milhões de crianças não chegam a concluir a escolaridade obrigatória ou abandonam-na antes do tempo) e, até, a construção e melhoria dos edifícios escolares (52% das escolas nos países menos desenvolvidos não possuem abastecimento de água adequado ou saneamento).

A educação permite romper com o ciclo da pobreza e da exclusão, assegurando a igualdade de género; melhora a cidadania global e permite a preservação do ambiente, ou seja, sem educação não há desenvolvimento sustentável nem equidade na repartição da riqueza.

Nós rotários, embora não possamos resolver todos os problemas, sempre, em parceria, por via de subsídios globais ou distritais podemos minorar estes problemas e contribuir para que até 2030 se alcance este objetivo (assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos).

Através da Rotary Foundation (Fundação Rotária do Rotary International) os Rotários têm realizado diversos projetos na área da educação, como por exemplo, os projetos de Alfabetização na África do Sul (formação de 4.800 professores) ou Bangladesh (formação de 5.486 professores) ou os cursos de alfabetização para crianças de rua na Índia e na Tailândia, etc..

Entre nós (Portugal) não podemos esquecer o relevante papel da Fundação Rotária Portuguesa (FRP), que desde a sua criação em 1959 e até hoje já concedeu mais de 12.500 bolsas de estudo num valor atualizado superior a 6,6 Milhões de Euros e, bem assim, já apoiou projetos educativos dos clubes rotários (desde o Novo Modelo Estratégico aprovado em 2010 já foram aprovados mais de 309 projetos num valor aproximado de 1Milhão de Euros).

Apelo, pois, a todos os Presidentes e Clubes para que não deixem de discutir a problemática da educação e os objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que comemorem o Dia Internacional da Literacia (dia 8 de Setembro) e, sobretudo, que planeiem ações concretas e projetos que possam minorar esta problemática e melhorar o nosso Mundo.

Aceitem um abraço com amizade do,

Alberto Soares Carneiro

Comentários