Aproveite os benefícios de fazer parte do Rotary e do Rotaract

Aproveite os benefícios de fazer parte do Rotary e do Rotaract

Por Petar Pešić, membro do Rotary Club of Nis, Sérvia

Impulsionado pelo desejo de ajudar a minha comunidade local, descobri o Rotaract quando andava na Faculdade de Direito da Universidade de Niš, Sérvia. No Rotaract Club de Nis, encontrei vários jovens que, como eu, partilhavam o mesmo interesse em melhorar a nossa comunidade. Isso facilitou as nossas ações, já que todos partilhávamos o mesmo objetivo, e assim participamos de muitos projetos que tornaram-nos visíveis na comunidade.

Pertencer ao Rotaract dá-lhe acesso gratuito a grandes mentores no Rotary Club anfitrião. Eles estão sempre lá para o guiar na direção certa e ajudá-lo a descobrir as melhores maneiras de fazer as coisas.

Eu não sabia disso na altura, mas todos os projetos de que eu fiz parte e todas as reuniões e eventos que organizei ajudaram-me no meu trabalho profissional como advogado. Ao trabalhar em projetos de serviço, aprendi muito sobre correspondência, negociações e documentos de redação, tudo o que agora faço diariamente. Onde quer que eu fosse, seja Berlim, Londres ou Split, na Croácia, eu tinha alguém a quem ligar, alguém local para encontrar ou para me mostrar a cidade. A nossa rede é tão diversificada e global quanto possível.

Para mim, a vida sem viajar não tem sentido.

Além disso, adoro viajar. Para mim, a vida sem viajar não faz sentido. O Rotaract deu-me muitas oportunidades para viajar em redor do mundo, de participar em projetos de serviço e de conhecer pessoas interessantes. De facto, foram as lembranças de todas as minhas ótimas viagens com o Rotaract que me fizeram procurar e juntar ao Rotary Club de Nis, na Sérvia, quando descobri as novas regras que permitem que os Rotaractistas se tornem membros do Rotary ao mesmo tempo.

O Rotaract e Rotary deram-me muito. No Rotary, conheço pessoas que têm mais experiência de vida do que eu. Estar com eles mesmo que por alguns minutos por semana permite-me ouvir as diferentes perspetivas. Estou a aprender a abraçar a diversidade. Esta é a “escola da vida”, como eu gosto de chamar, que se aprende no Rotary.

Além disso, como os membros do Rotary geralmente têm acesso a recursos melhores, tudo no Rotary é maior. Os projetos envolvem mais pessoas e têm um impacto mais profundo na sociedade. É por isso que estou ansioso para intensificar e expandir o que aprendi no Rotaract como membro do meu Rotary Club.

Acabei de completar o serviço como representante do Rotaract do meu distrito, que cobre a Sérvia e Montenegro. Com a idade de 25 anos, e agora Rotário, estou ansioso para conhecer novas pessoas em todo o mundo, organizar novos projetos e divulgar a ideia de “Dar de Si Antes de Pensar em Si”.

Comentários