5 coisas que pode não saber sobre a Pólio

5 coisas que pode não saber sobre a Pólio

O caminho para a erradicação da pólio tem sido longo e difícil, com o Rotary a liderar a luta desde 1985. Passar de cerca de 350.000 casos em 1988 para apenas 10 este ano, exigiu tempo, dinheiro, dedicação e inovação de milhares de pessoas que estão a trabalhar para acabar com a doença.

Aqui estão cinco coisas que pode não saber sobre a luta para acabar com a pólio:

1. As fábricas de gelado na Síria ajudam a congelar os pacotes de gelo que os profissionais de saúde usam para manter a vacina contra a pólio fria durante as campanhas de imunização.

John Cena

2. Celebridades tornaram-se embaixadores na nossa luta para acabar com a doença.

Entre elas estão o de lutador da WWE, John Cena, a atriz Kristen Bell, a estrela de filmes de ação Jackie Chan, a lenda do golfe Jack Nicklaus, cantores premiados com Grammy’s Angelique Kidjo e Ziggy Marley, vencedor do Prémio Nobel da Paz Desmond Tutu, a antropóloga Jane Goodall, o co-fundador da Fundação Bill & Melinda Gates Bill Gates, e o violinista de renome mundial, sobrevivente da pólio Itzhak Perlman.

3. Os trabalhadores da saúde e os voluntários do Rotary escalaram montanhas, atravessaram desertos e navegaram para ilhas remotas, arriscando as suas vidas para vacinar crianças contra esta doença. O Rotary financiou mais de 1.500 motas e 6.700 outros veículos, bem como 17 barcos, para fazer essas viagens. Os vacinadores já viajaram nas costas de elefantes, burros e camelos para imunizar crianças em áreas remotas.

4. No Paquistão, o programa de pólio enfatiza a contratação de vacinadores e monitores femininos locais. Mais de 21.000 vacinadores, 83 por cento das quais são mulheres, estão a conseguir as maiores taxas de cobertura de imunização na história do país.

5. Graças aos esforços do Rotary e dos seus parceiros, mais de 16 milhões de pessoas que, de outra forma, poderiam estar paralisadas, estão hoje a caminhar. No total, mais de 2,5 biliões de crianças foram vacinadas desde 1988.

Comentários