Mensagem de Agosto do Presidente R. I. – Ian Riseley

Prezados companheiros rotários,

Quando alguém pergunta o que o Rotary é, o que é que vocês respondem? Acho que todos nós já passamos por uma situação em que tivemos que responder a esta pergunta aparentemente simples e acabamos por não saber o que dizer. Até mesmos os rotários mais eloquentes consideram um desafio definir a essência da organização em apenas algumas frases.

Como organização, o Rotary sempre teve dificuldades de expressar o âmbito do seu trabalho, não apenas sobre o que fazemos, mas como fazemos, e o valor do que contribuímos ao mundo.

Como contabilista, não preciso dizer que adoro números. Eles funcionam em todos os idiomas e, no geral, comunicam informações complexas muito mais eficazmente do que palavras. Esta é a razão pela qual, neste ano rotário, peço que cada clube forneça à Sede Mundial dois números: valor do quanto doam em dinheiro e em espécie a serviços humanitários e as horas de trabalhos realizados em nome do Rotary.

Para que estes números sejam úteis, eles devem ser exatos. Isto significa que deveremos começar agora a registar as horas e os valores gastos pelos clubes na prestação de serviços.

A maneira mais simples para os clubes fornecerem estas informações no fim do ano é adicionando-as mensalmente no Rotary Club Central – ferramenta que foi reformulada para facilitar o seu uso. Se por qualquer motivo (por exemplo, acesso limitado à internet) os seus clubes não possam ligar-se com o Rotary Club Central, contactem o governador de distrito e ele providenciará para que as informações sejam enviadas de outra forma.

Vale ressaltar que a meta deste esforço não é obter os números mais altos e impressionantes. Não será uma competição ou um reconhecimento e, em hipótese alguma, as informações concedidas pelos clubes individuais serão usadas publicamente. A meta é obter números precisos e confiáveis que possamos apresentar com segurança no trabalho de promoção da nossa imagem pública, nos materiais sobre desenvolvimento do quadro associativo e aos nossos parceiros – números embasados por dados específicos no âmbito do clube que respondem não apenas o que o Rotary é mas, também, o que o Rotary faz.

Acredito plenamente que com estes números estaremos melhor capacitados a demonstrar que O Rotary Faz a Diferença, o que, com o tempo, nos permitirá fazer ainda mais a diferença, para um número maior de pessoas.

 

Ian Riseley

Presidente, Rotary International

Comentários